Um blog com conteúdos exclusivos sobre como soluções em cloud otimizam a produtividade e reduzem custos na sua empresa!
Análise Preditiva: tudo o que você precisa saber para o futuro do seu negócio

Análise Preditiva: tudo o que você precisa saber para o futuro do seu negócio

Você já assistiu ao filme Minority Report com Tom Cruise? Nele, a delegacia de homicídios conseguia prender o bandido antes que o crime acontecesse. Calma, ainda não chegamos lá, mas cada vez mais as empresas se preparam para isso e muitas estão utilizando a análise preditiva para evitar que erros aconteçam no futuro de seus negócios. Aliás, você sabe o que é análise preditiva?

Em linhas gerais, é uma forma de tomar decisões no presente, com base em informações passadas, para ter riscos calculados, ou seja, evitar erros e “prever” o que pode vir a acontecer com a empresa. Fazendo uma analogia, é mais ou menos o que acontece com o ser humano e que já deve ter acontecido com você: para tomar uma decisão de, por exemplo, contratar um novo serviço, tomamos como base os dados presentes, as circunstâncias e também nossas experiências passadas.

Bom, como se trata de um assunto de extrema importância para o seu negócio, vamos conhecer um pouco mais sobre análise preditiva e como esse assunto pode ajudar a sua empresa a ter mais sucesso!

O que é análise preditiva?

Atualmente, é possível conseguir, com maior precisão, algumas informações do que acontece e do que aconteceu com a empresa. Temos documentos, planilhas, arquivos, softwares e outros tantos lugares nos quais podemos buscar informações de clientes, lucros mensais da empresa, taxas de devolução ou insatisfação e assim por diante. Há também os locais nas nuvens, espaços nos quais é possível guardar a quantidade considerável de informação e que pode ser acessada apenas por pessoas autorizadas e de qualquer lugar.

Então, essa grande quantidade de informação que estamos gerando há algum tempo pode ser processada com a ajuda da tecnologia, ou seja, de um software. Esse tipo de programa costuma unir inteligência artificial, conhecimento em estatística e mineração de dados. Dessa maneira, ele consegue cruzar diversas informações para oferecer outras de grande valor que ajudam as empresas na tomada de decisões no futuro.

Dessa maneira, fica muito mais fácil se antecipar aos erros, ou mesmo, impedir que eles aconteçam em algumas situações. É como os grandes empresários falam: tomar decisões com riscos calculados, minimizando esses riscos ao máximo.

Digamos que o seu negócio seja uma instituição de ensino com cursos EAD, como especializações e graduações. Ao utilizar a análise preditiva você descobre que os cancelamentos do curso ocorrem em mais de 40% por pessoas que não acessam a área do aluno por mais de 2 meses. A partir daí, a sua equipe pode criar estratégias para esse público tentando evitar que esses cancelamentos ocorram.

Quer levar os sistemas e aplicações da sua empresa para a nuvem sem complicações?
Otimizamos sua infraestrutura através de soluções robustas e totalmente aprimoradas para facilitar a sua vida. Converse com nossos especialistas em soluções em cloud!

Por que a análise preditiva é essencial para qualquer negócio?

Bom, além de a análise preditiva reduzir consideravelmente os riscos do seu negócio, ela consegue ajudá-lo também a reconhecer boas oportunidades e investir nelas. Por exemplo, como anda o seu nicho de mercado? Qual é a próxima tendência? No que a sua organização deve investir? Quais estratégias utilizar a partir das informações obtidas com a análise?

E todas essas perguntas se transformam em respostas úteis para que a sua equipe tenha maior produtividade, possam focar no que realmente trará maior retorno, aumentando os números da empresa e deixando os clientes satisfeitos. Isso é realmente essencial para qualquer negócio. Afinal de contas, qual empreendedor não deseja ter sucesso?

Quer uma empresa que é referência no mercado como exemplo? A Amazon já está bem à frente do nosso tempo e, por meio da análise preditiva, já informou que, em um futuro próximo, mudará a forma de vender os seus produtos acompanhando uma tendência. Como a organização já terá conhecimento sobre o que cada cliente gosta por meio da análise de dados, a Amazon poderá enviar produtos para as casas das pessoas antes mesmo de elas pedirem.

E se o cliente não quiser? Ele não precisa devolver ou pagar pelo produto. Isso é devido à grande confiança que a empresa tem na sua equipe e na forma que os dados são analisados. A Amazon saberá, por exemplo, quando é o momento de enviar um novo livro para a sua casa tendo ideia de que você já está perto de terminar o último que comprou.

Como fazer a análise preditiva?

Parece algo tão futurista que muitas empresas acreditam que a análise preditiva não é pra elas, mas é sim, é para todos. Começar a dar os primeiros passos rumo ao futuro não é difícil. Continue a leitura e saiba o que fazer.

Colete dados

Leia também:  Descubra como reduzir custos em infraestrutura pode impactar no seu negócio

O primeiro passo é ter todos os dados da sua empresa coletados e, devidamente, organizados. Portanto, guarde bem as informações dos seus fornecedores e, principalmente, dos clientes. Saiba quanto a sua empresa faturou em determinado período, quais foram as metas traçadas, quais produtos saíram mais e assim por diante.

Sabemos que essa coleta de dados não é algo simples e que é um trabalho minucioso, que merece paciência. Porém, a dificuldade será no início do processo. Com o passar do tempo, a equipe já começará a armazenar as informações nos locais adequados, facilitando a posterior análise.

Estruture esses dados

As informações podem ser organizadas em uma simples planilha do Excel ou em qualquer outro software que você preferir. O principal é que a visualização e o acesso a esses dados seja algo fácil e rápido de ser feito. Portanto, se as informações estiverem em um local na nuvem, mais rápido e eficiente torna-se o processo. O ponto positivo das planilhas eletrônicas é que são programas mais conhecidos e também podem gerar gráficos que facilitam a visualização dessas informações.

Faça a análise de dados

Agora começa a parte da análise propriamente dita. Vamos dar um exemplo de como essa etapa pode ser útil na prática.

Digamos que você seja dono de uma academia e, a partir da análise de dados, percebe que, em determinados momentos do ano, a academia tem picos de matrícula e em outros há perda de alunos. A partir disso, a equipe pode pensar em como manter esses alunos já matriculados por todo o ano e aproveitar os momentos de pico para matricular mais.

Agora que você já sabe o que análise preditiva e a sua importância, sabe que precisa começar hoje mesmo a sua. Caso você não saiba exatamente como ou não tenha alguém interno à sua empresa que faça isso, é possível terceirizar o serviço.

Quer receber mais dicas como esta? Então, assine a nossa newsletter e mantenha-se atualizado!

 

OptiData

Segurança, disponibilidade e otimização: a Optidata oferece soluções em cloud sob medida para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *