Compartilhar Inscreva-se

O que é Certificação Tier 3?

O que é Certificação Tier 3?

Manter todas as informações disponíveis é vital para o bom andamento dos negócios. No entanto, às vezes um problema no Data Center pode causar um downtime — o que causa perda de dinheiro para as empresas. Isso nem de longe é algo desejável.

Para manter seus dados seguros, várias empresas estão investindo em Data Centers Tier 3 e 4. Porém, por causa do alto valor do Tier 4, o Tier 3 se sobressai — principalmente aqui no Brasil.

Como tornar um Data Center seguro? Essa pergunta é complexa a ponto de normas serem estabelecidas para respondê-la. Já adiantamos que tem tudo a ver com redundância.

Vamos aprender um pouco mais sobre o processo de certificação?

O que é um Data Center Tier 3?

Em resumo, estamos falando de um equipamento de ponta, que possui vários componentes para sustentá-lo. Dessa forma, peças para refrigeração e redundância na alimentação de energia são fundamentais.

O Data Center Tier 3 usa uma redundância N+1. Portanto, ele conta com um componente para backup em cada um de seus segmentos. Isso aumenta bastante a segurança dos dados ali contidos.

Além disso, os dispositivos de backup dispostos dessa forma permitem outra coisa muito importante: manutenções sem a necessidade de desligar o Data Center. Aliás, isso torna esses Data Center sempre disponíveis e com ótimo uptime.

Veja os critérios para esse nível:

  •       Proteção de 72 horas contra quedas de energia.
  •       Downtime de até 1,6 horas por ano, acarretando em uptime de 99,982%.
  •       Diversos caminhos até o ambiente crítico, mesmo que só um seja necessário.
  •       Deve ser atendido por duas empresas com rotas diferentes.
  •       Necessidade de distanciamento de 20 metros entre suas duas entradas (ERs).
  •       As ERs não podem compartilhar equipamentos.

Embora pareça a prova de qualquer problema, ele não está imune a falhas. Essa imunidade só vai ocorrer no Tier 4.

Quer levar os sistemas e aplicações da sua empresa para a nuvem sem complicações?
Otimizamos sua infraestrutura através de soluções robustas e totalmente aprimoradas para facilitar a sua vida. Converse com nossos especialistas em soluções em cloud!

Como é feita a certificação do Data Center?

Todos os detalhes para a certificação estão dentro da norma TIA 942. No entanto, a própria TIA (Telecommunications Industry Association) não faz a certificação; esse trabalho recai sob os cuidados da Uptime Institute.

Aqui nos deparamos com um ponto de confusão. As normas TIA 942 estabelece o que é aconselhável para uma Data Center ficar seguro, mas a avaliadora é quem aplica critérios para determinar o Tier. Assim, nem sempre os critérios para a certificação são os menos que os estabelecidos na TIA 942 — mas são muito próximos.

Veja alguns critérios importantes.

Quais são os critérios para a certificação Tier 3?

O Tier 3 deve apresentar equipamentos redundantes para manter a alimentação de energia e climatização — aspectos equivalentes ao Tier 2. Porém, ele não para por aí: precisa oferecer a possibilidade de manutenção concorrente também, ou seja, a manutenção pode ser realizada em qualquer parte do Data Center mesmo sem uma fonte de energia.

Em resumo, as disparidades entre os Tiers são poucas, mas fazem toda a diferença na prática. Aliás, é mais interessante adquirir um Tier 3 direto, dado suas vantagens. Afinal, o custo do downtime pode ser salgado para a empresa.

A Optidata é uma cloud com certificação Tier 3, por isso sabemos quais são todas as vantagens que um data center com Tier pode trazer para sua instituição e como implementá-lo.

Leia também:  Tendências tecnológicas para 2019: o que precisamos saber?

Sendo assim, se você precisar de auxílio para saber mais sobre certificação ou para começar a utilizá-lo em sua empresa, entre em contato conosco

Compartilhe
OptiData

OptiData

Segurança, disponibilidade e otimização: a Optidata oferece soluções em cloud sob medida para a sua empresa.