Compartilhar Inscreva-se

A importância do backup em sua empresa

A importância do backup em sua empresa

No seu computador pessoal, certamente existem arquivos como fotos, documentos e vídeos que você deseja preservar. Agora, imagine perdê-los por conta de um vírus ou por um dano na máquina? Talvez, por precaução, você tenha algumas cópias salvas no seu e-mail ou Amplidrive. Essa ação preventiva que você faz se chama Backup.

Suponha agora, que você perdeu as fotos que tanto gosta, as músicas que adora ouvir, e principalmente, aqueles arquivos que são essenciais à sua faculdade e/ou ao seu trabalho? Pressuponha perdê-los e não poder recuperá-los? Talvez você nunca passe por isso, mas não se pode dizer que todos estamos livres dessa situação.

Como você pode perceber, o Backup – ou cópia de segurança – é um recurso primordial nas empresas de qualquer porte, pois ajuda a recuperar os arquivos instantaneamente em caso de perda. Isto significa que, mesmo diante de uma pane geral, aqueles arquivos que já tinham ido por “água abaixo”, podem agora ser recuperados em alguns minutos. Incrível, não é?

Talvez você nunca cogite que essa ação preservativa possa ser utilizada no seu negócio, no entanto, prevenir é sempre o melhor caminho. Afinal, como diz o velho ditado, “é melhor prevenir do que remediar”. Por esses motivos, é importante entendermos melhor as características e funcionalidades do Backup.

1- Para que serve o Backup?

O Backup, quando feito em ambiente corporativo, permite que certas informações nunca se percam, mesmo em casos onde todos os arquivos do servidor principal da empresa estejam corrompidos por conta de um vírus ou devido à falha da máquina e do sistema. 

A execução do backup ocorre da seguinte maneira: de acordo com o horário programado pelo servidor principal — podendo ser instantaneamente ou conforme a hora estipulada —, o sistema gera automaticamente cópias de todas as edições efetuadas em arquivos dos computadores secundários; e assim, os arquivos finais são atualizados e mantidos no servidor principal. Depois, já nesse hardware principal, são registradas as novas edições em pastas e documentos. Feito isso, as “cópias” geradas ficam salvas, em segurança, noutro servidor ou mesmo na nuvem, na chamada Cloud Computer.

Quer levar os sistemas e aplicações da sua empresa para a nuvem sem complicações?
Otimizamos sua infraestrutura através de soluções robustas e totalmente aprimoradas para facilitar a sua vida. Converse com nossos especialistas em soluções em cloud!

2 – Em quais problemas o backup pode ser útil às empresas?

1 –  Falha técnica

Em um ambiente corporativo, computadores, no-breaks, hubs, placas, monitores, cabos de rede, dentre outros, podem apresentar falhas. Seja em razão de algum acidente, tempo de uso ou mesmo por falhas de fabricação, qualquer um desses componentes pode danificar e acabar comprometendo arquivos importantes.

Leia também:  Computação em nuvem: solução para empresas que querem inovar em um mercado de mudanças

Se um computador central (um servidor) falhar, isso afetará todas as principais informações da empresa. Se um hub apresentar problemas, haverá prejuízos na comunicação entre os computadores secundários para com o servidor principal, o que implicará em perda de arquivos. 

Em caso de softwares que apresentam problemas na instalação ou atualização, o mesmo pode ocorrer e prejudicar todo o trabalho da instituição.

2 – Vírus

Os vírus são uma ameaça real, visto que com o crescimento do acesso a rede, hackers se aproveitam da fragilidade de sistemas para invadir as informações privadas das empresas, promovendo roubos e ações de vandalismo. Geralmente, os vírus chegam à empresa através de e-mails, contudo, também podem chegar através de DVDs ou CDs de instalação de programas, jogos, dentre outros modos.

Portanto, o melhor é sempre contar com um bom antivírus, e claro, ativar sempre o bom e velho backup. Nunca se sabe quando vamos precisar, por isso é primordial a precaução.

3 – Arquivos danificados e acidentes (incêndios, enchentes, extravios)

Em caso de qualquer um desses acidentes e imprevistos, um backup permite recuperar boa parte ou , em alguns casos, até 100% dos materiais perdidos, o que possibilita a continuidade dos trabalhos, ainda que em momentos de crise. De toda forma, o recurso garante ao menos, a tranquilidade no que tange a segurança e urgência das informações.

3 – E quais são os tipos de Backups?

Existe o Backup completo (ou Full), o Backup Incremental, o Backup Diferencial e o Backup Incremental Contínuo.

Como o próprio nome já diz, no Backup completo (ou Full), é realizada a cópia de todos os arquivos de determinado ambiente ou servidor, para outro local de armazenamento. Com esse procedimento, sua empresa possuirá todos os arquivos constantemente copiados.

Já no Backup Incremental, o servidor apenas otimiza a cópia dos arquivos, ou seja, são copiados apenas os dados alterados desde o último backup incremental. O Backup Diferencial, por sua vez, embora muito se assemelhe ao Incremental, difere-se por salvar os dados alterados em relação ao último Backup Completo. 

E por último, no Backup Incremental Contínuo, não há necessidade de utilizar os demais arquivos salvos para recuperação dos que se perderam. O sistema os recupera sozinho.

Percebeu a importância da adoção desse recurso em sua empresa? Que tal torná-lo mais poderoso em seu negócio? 

A Optidata está à sua disposição. Entre em contato!

Compartilhe
OptiData

OptiData

Segurança, disponibilidade e otimização: a Optidata oferece soluções em cloud sob medida para a sua empresa.