Um blog com conteúdos exclusivos sobre como soluções em cloud otimizam a produtividade e reduzem custos na sua empresa!
A sua empresa tem um plano de contingência? Saiba porque é importante ter um!

A sua empresa tem um plano de contingência? Saiba porque é importante ter um!

Preparar-se para o melhor é algo que toda empresa faz diariamente com a busca por uma alta performance. No entanto, nem sempre as condições são as melhores possíveis. Imprevistos acontecem e toda empresa está sujeita a sofrer algum tipo de desastre com o sistema, seja ele causado pelas próprias pessoas, seja por condições externas adversas.

Diante disso, surge um assunto que precisa ganhar mais espaço nas organizações para evitar prejuízos materiais, de produtividade e financeiros. Estamos falando do plano de contingência, chamado também de plano de recuperação em TI.

Esse tipo de recurso insere nas organizações um senso de realidade que todo negócio precisa ter, já que não se pode contar sempre com as melhores condições para garantir a integridade de uma empresa.

Por isso, criamos este material para informar e orientar empresas que querem estar preparadas para diferentes tipos de imprevistos, resguardando assim seus negócios de prejuízos!

O que é um plano de contingência?

Sabendo que toda tecnologia envolve um nível de vulnerabilidade, o plano de contingência tem como objetivo prevenir negócios de que sejam atingidos por problemas e danos que tragam prejuízos.

Dependendo do tipo de transtorno causado pelo dano, empresas podem ter que encerrar ou interromper suas atividades, o que traz perdas financeiras.

Quando pensamos em Tecnologia da Informação, costumamos associar qualquer tipo de problema a panes ou falhas em sistemas. Mas nem sempre é isso. As falhas de segurança no ambiente de TI envolvem no geral:

  • crimes cibernéticos;
  • desastres naturais;
  • falhas em equipamentos; e
  • erros humanos.

É importante destacar que os desastres naturais também fazem parte de um bom plano de contingência, visto que empresas já foram atingidas por fenômenos como alagamentos que ameaçam toda a sua infraestrutura de TI.

Não é nenhuma novidade que os negócios estão cada vez mais dependentes das tecnologias, justamente porque estamos vivendo a era digital e toda essa transformação que ela carrega.

Já em relação aos crimes cibernéticos, o Brasil encontra-se entre os 10 países mais visados de um tipo de ataque conhecido como ransonware.

Por isso, ter um plano de recuperação de desastres representa nos dias de hoje uma estratégia essencial para qualquer negócio. Trata-se de contar com uma equipe que previna uma paralisação total das operações, resolvendo o problema no menor tempo possível.

Como criar um bom plano de contingência?

Tudo começa pela conscientização. Dentro de uma empresa, com uma estratégia de prevenção de danos, isso não é diferente.

É importante que gestores tenham a noção do valor que um plano de contingência tem para a empresa. A partir daí, é possível criar um bom plano com a garantia de que ele vai ser zelado e suas ações colocadas em prática. Veja agora os passos para criar esse tipo de plano!

Leia também:  Desvendando siglas: tudo sobre os serviços IaaS, PaaS e SaaS

Montando uma equipe de gestão de crise

Após a conscientização de toda a empresa, principalmente de gestores e líderes, o próximo passo é montar uma equipe para gerenciar momentos de crise. Nessa etapa, é preciso contar com profissionais capacitados em recuperação de dados e operações, garantindo que serão protegidas as operações essenciais para o pleno funcionamento da organização.

Quer levar os sistemas e aplicações da sua empresa para a nuvem sem complicações?
Otimizamos sua infraestrutura através de soluções robustas e totalmente aprimoradas para facilitar a sua vida. Converse com nossos especialistas em soluções em cloud!

Analisando os riscos

Tendo profissionais preparados, é possível seguir para o monitoramento dos riscos, cuja atividade representa o início do plano em si. Uma equipe especializada nesse tipo de função, é capaz de criar hipóteses abrangentes que envolvam riscos que a empresa pode de fato estar exposta.

Essa análise envolve riscos técnicos, naturais (referentes a desastres naturais) e humanos.

Priorizando pontos críticos

Um olhar leigo para os procedimentos de uma empresa pode vir a concluir que absolutamente tudo é importante para os negócios.

No entanto, o olhar de um especialista em criar planos de contingência é focado em prioridades, as quais de fato determinam a sobrevivência e a continuidade das atividades sem grandes prejuízos.

Trata-se de identificar documentos, registros, recursos e atividades consideradas críticas do ponto de vista da manutenção do negócio em condições que fogem à normalidade.

Criando estratégias de recuperação

Depois de estabelecer prioridades e identificar com precisão o que deve ser protegido com prioridade, é preciso criar as ações que serão postas em prática.

Para cada problema, busca-se uma solução, mas para isso é preciso analisar as soluções possíveis e compatíveis com as possibilidades da empresa. Isso envolve a facilidade ou não de colocá-las em prática.

A cloud computing é um exemplo dos tipos de recursos que o plano pode recorrer a fim de preservar as suas operações. Inserindo-a nessa etapa, o que a equipe faz é avaliar a viabilidade de implementar esse recurso como uma possível solução e, assim, analisar até onde ela pode preservar.

Oficializando o plano de contingência

Para oficializar uma estratégia com esse peso, é preciso criar um documento contendo todas os procedimentos envolvidos com o processo de recuperação, de forma descritiva e detalhada.

Com um documento formalizado, além de organizado do ponto de vista operacional, fica mais fácil até mesmo avaliar e conferir os processos, avaliando a sua efetividade enquanto um sistema.

Um plano de contingência deve acima de tudo proteger informações. O que se constata hoje é que sem informação um negócio não funciona, muito menos consegue manter seus resultados.

Aqui no blog nós já mostramos em inúmeros conteúdos que no mercado atual as tecnologias representam as principais soluções que os negócios precisam. Assine nossa newsletter e mantenha-se em dia com a transformação digital!

OptiData

Segurança, disponibilidade e otimização: a Optidata oferece soluções em cloud sob medida para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *