Um blog com conteúdos exclusivos sobre como soluções em cloud otimizam a produtividade e reduzem custos na sua empresa!
Tudo o que você precisa saber sobre Cloud Governance

Tudo o que você precisa saber sobre Cloud Governance

Uma das grandes tendências na área de tecnologia é a computação na nuvem. Esse serviço que antes era visto com grande desconfiança, especialmente pelas empresas que não era da área de TI, hoje está em grande expansão e diversas empresas, atualmente, já não conseguem imaginar ficar sem essa tecnologia.

Na medida em que o cloud computing já se popularizou e já ganhou a confiança como um serviço essencial em muitos casos, agora ele está em um nível de melhoria dos serviços. A ideia principal agora é que a computação na nuvem possa ser melhorada e aperfeiçoada para gerar maior otimização e segurança para os dados da empresa.

Com isso, as empresas que trabalham com o serviço precisam ficar mais atentas à governança no setor de TI. A isso damos o nome de Cloud Governance, que precisa ser implementada nas empresas que lidam com os serviços de computação na nuvem.

Quer saber mais sobre o assunto e como a governança na área de TI da empresa é importante? Então, confira o texto completo!

O que é Cloud Governance?

A Governança na área de TI da sua empresa ou Cloud Governance como é mais conhecido é uma forma de analisar com maior cuidado as tomadas de decisões, as responsabilidades do setor e tentar equilibrar os benefícios e os riscos que a empresa possui por usar os serviços de computação na nuvem.

É uma forma de análise e aprimoramento contínuo analisando a empresa como um todo. Isso é feito por meio de monitoramento, criação de regras, políticas e diretrizes de como a equipe deve lidar as com as informações na nuvem e com o uso da cloud computing de uma forma geral.

Dessa maneira, criam-se princípios de como a empresa vai utilizar e também investir na área de TI da empresa.

Por que Cloud Governance é um tema importante?

Lidar com o investimento em TI na empresa e os cuidados que se deve ter com os dados da nuvem (muitas vezes confidenciais) é algo que pode ser bastante complexo. E caso a Cloud Governance não esteja presente, muitos processos internos da instituição podem não dar os resultado esperados. O gestor da área de TI precisa ficar sempre atento à governança no seu departamento para evitar problemas sérios no futuro.

Muitas plataformas de computação na nuvem podem ser bem complexas e assim, o usuário pode enfrentar dificuldades de lidar com elas da maneira correta. Ter consciência de que o tema de governança na área de TI é de extrema importância é o primeiro passo para alcançar o sucesso.

Outro ponto de relevância e complexidade que a computação na nuvem apresenta e que precisa dos cuidados da Cloud Governance é o fato de que os desenvolvedores da empresa precisarão abrir mão de um certo nível de controle. Isso pode ser bem difícil já que, com uma arquitetura na nuvem, a empresa passa a ter diversos colaboradores e estes, por sua vez, têm acesso à plataforma e também a diversos dados da empresa que antes não teria.

E, consequentemente, quando há muitas pessoas envolvidas no processo, a chance de falhas e erros aumenta. Por isso exercitar e manter a governança é mais do que necessário.

Quer levar os sistemas e aplicações da sua empresa para a nuvem sem complicações?
Otimizamos sua infraestrutura através de soluções robustas e totalmente aprimoradas para facilitar a sua vida. Converse com nossos especialistas em soluções em cloud!

Quais são os produtos da Cloud Governance?

Para saber quais pontos lidar com a Cloud Governance é preciso saber quais produtos esse tipo de serviço oferece. Vamos citar abaixo os principais:

  • provisionamento de nuvem;
  • governança unificada;
  • eliminação do bloqueio da nuvem;
  • produção de relatórios avançados;
  • integração de soluções com aplicativos;
  • gerenciamento de infraestrutura local.

Há outros produtos associados à Cloud Governance que você pode utilizar para melhorar o uso da computação na nuvem da sua empresa.

Quais os níveis da Cloud Governance?

Os níveis são, na verdade, processos que devem ser realizados pela equipe e colocados em prática pelos gestores. Estes, em alguns casos, têm dificuldade para implementar esses processos dentro da empresa com as equipes. Não é preciso abordar todas as camadas, mas, pelo menos, as 3 principais das quais falaremos agora.

Governança em nível de serviço

Leia também:  Infraestrutura cloud, vale a pena?

Conhecida também pela sigla API, a governança em nível de serviço trata, especificamente, sobre a centralização de acesso. Isso significa que qualquer membro da equipe que tentar acessar um serviço na nuvem, seja ela pública ou privada, terá que passar por processo para realizar o acesso à nuvem.

Isso é muito importante para impedir acesso de pessoas não autorizadas ou mesmo de cibercriminosos. Sempre que alguém tenta acessar o sistema, é enviada uma notificação para o responsável. Assim, caso a ação seja vista como suspeita, podem ser tomados os procedimentos necessários para impedir a ameaça.

Governança em nível de dados

O controle sobre os dados, exercido pelos princípios, regras e políticas da governança são fundamentais para que as informações estejam disponíveis apenas para aqueles que realmente podem ter acesso. Esse é um nível essencial do processo especialmente para as empresas que não estão diretamente ligadas ao setor de TI.

Por exemplo, dentro de uma grande empresa, como uma indústria, grande parte dos funcionários não precisam ter acesso à nuvem. Assim, este nível oferece uma certa dificuldade para que as informações da empresa não caiam na mão dos concorrentes.

Governança no nível da plataforma

É um nível que ajuda a assegurar que todas as rotinas diárias que dependem das informações na nuvem possam ser realizadas sem grandes problemas. Essa governança atinge diretamente a própria plataforma.

Quais as vantagens que ela oferece?

As vantagens de implementar a Cloud Governance na sua empresa são muitas. Ela consegue deixar os processos mais otimizados e automatizados, assim, a rotina da equipe fica mais rápida e ela consegue maior produtividade. Consequentemente, a empresa consegue gerar maiores lucros, sendo que o aumento da renda pode chegar a 30% a mais em comparação com empresas que não usam os conceitos de governança ou que fazem mau uso desse serviço.

Há, sem dúvida alguma, bons motivos para você começar a implementar a Cloud Governance na sua empresa.

Quer ficar por dentro das novidades sobre o mundo da TI que podem ajudar a sua empresa? Então, acompanhe as nossas redes sociais: Linkedin e Facebook!

OptiData

Segurança, disponibilidade e otimização: a Optidata oferece soluções em cloud sob medida para a sua empresa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *