English EN Portuguese PT

Computação em nuvem e armazenamento em nuvem, entenda a diferença!

computação em nuvem

A computação em nuvem é um dos grandes marcos tecnológicos das últimas décadas. Por meio dela foi possível acelerar processos de transformação digital e, assim, potencializar o desenvolvimento de novas soluções e modelos de negócios. Inclusive, foi devido a computação em nuvem que foi possível passar pela pandemia com um pouco menos de dificuldade, pois permitiu o trabalho remoto operar de forma mais tranquila.

Mas ainda assim, temos confusões comuns quando falamos deste tema. Muitos gestores acreditam que a computação em nuvem e armazenamento em nuvem são o mesmo conceito. Além de ser um erro, esse tipo de visão impede de enxergar o potencial do uso dessa tecnologia.

Por isso, preparamos este conteúdo com informações importantes para que você possa entender as diferenças entre os conceitos: computação em nuvem e armazenamento em nuvem,  assim podendo explorar as melhores possibilidades da nuvem para o seu negócio. Desejamos uma ótima leitura.

O que é a computação em nuvem?

A computação em nuvem trata-se de um modelo no qual os dispositivos conseguem ter acesso a uma computação remota por meio de uma rede. Nesse caso, um usuário pode ter acesso a softwares, plataformas, infraestrutura, serviços, recursos, entre outros pontos, de forma remota.

É possível, por meio dela, que os usuários utilizem serviços (como softwares, plataformas, infraestrutura, entre outros) sem precisar, por exemplo, instalar uma solução na máquina ou, então, ter uma infraestrutura física in loco para atuar e ter as demandas do dia a dia atendidas.

A partir da computação em nuvem é possível, por exemplo, gerar a virtualização dos mais diferentes serviços tecnológicos. Isso vale desde softwares a servidores inteiros, por meio da IaaS.

O que é armazenamento em nuvem?

O armazenamento em nuvem é uma das possibilidades que a computação em nuvem permite, sendo responsável por uma parte importante dentro desse modelo: o armazenamento de arquivos, funcionando como um um ponto de backup externo para a empresa.

Mas o armazenamento em nuvem tem outras aplicações para além do backup. Por exemplo, é possível ter uma otimização de recursos de infraestrutura por meio dessa possibilidade. Em alguns casos, o uso estratégico do armazenamento em nuvem permite até substituir uma boa placa de vídeo, já que não é preciso instalar softwares que exigem maior potência gráfica do dispositivo físico. Permitindo também, acessar dados em servidores de alta disponibilidade, agilizando processos no dia a dia.

Com isso, é possível minimizar, por exemplo, problemas ocasionados pela perda de backup físico, sendo um ponto de suporte para seu negócio. Além de ter acesso às informações em tempo real, no caso de um desastre.

Imagine, por exemplo, que um incêndio ocorra no edifício da sua empresa e torne impossível o acesso aos servidores físicos (mesmo que não tenham sido destruídos completamente, apenas inviabilizando o acesso ao local). Para não paralisar as atividades e poder atuar de forma remota, é possível resgatar as informações no armazenamento em nuvem.

Além disso, é possível fazer isso a partir de qualquer dispositivo, de forma que os profissionais possam encontrar as informações necessárias em qualquer local. Sendo assim, se um colaborador estiver em viagem de negócios e precisar resolver algo, ele terá acesso aos dados necessários rapidamente.

Nesses casos, a empresa provedora do serviço disponibiliza um ambiente online, no qual seja possível, com todos os protocolos de segurança mais modernos do mercado, armazenar os dados do negócio. A corporação pode optar tanto por armazenamento em nuvem pública quanto criar uma cloud storage privada para este fim.

De forma prática, quais as diferenças?

De forma simplificada, as  diferenças entre computação em nuvem e armazenamento em nuvem são as seguintes:

  • a computação em nuvem envolve um elevado poder de processamento, pois há um alto número de serviços que podem ser realizados (IaaS). Já o armazenamento em nuvem tem uma demanda diferente: ela exige um maior espaço de armazenamento (SaaS);
  • a computação em nuvem é focada no ambiente organizacional, independentemente da área de atuação. O armazenamento em nuvem, muitas vezes, é utilizado na esfera pessoal;
  • a computação em nuvem permite explorar um número de possibilidades de atuação maior, tais como: criação de soluções, uso de ferramentas online, codificar uma aplicação de forma remota, utilizar uma plataforma completa, entre outros. O armazenamento de dados em nuvem tem sua função importante, mas opera de forma simplificada, sendo utilizada para guardar dados de forma remota e compartilhá-los com facilidade entre os membros dos times.

Caso esteja pensando qual deles é melhor, não há essa distinção. Ambos podem e devem trabalhar de forma colaborativa trazendo melhores resultados para seu negócio. Afinal, como você visualizou, cada um opera em uma esfera diferente e podem se complementar no dia a dia. Por isso, não raro, seus projetos podem demandar o uso tanto do armazenamento quanto da computação em nuvem.

Qual a importância de contar com um bom serviço em nuvem?

Tanto a computação quanto o armazenamento em nuvem são fundamentais para o funcionamento das empresas. Eles funcionam de forma diferente e, em muitos momentos, inclusive, se complementam. Por exemplo, os dados presentes no armazenamento podem dar suporte para rodar determinadas soluções implementadas em um modelo IaaS.

Porém, para isso é fundamental que ocorra uma sinergia entre as partes, de modo que tenha um bom serviço em nuvem. Uma empresa especializada na adoção da cloud nos negócios consegue fazer um diagnóstico preciso da atual situação e quais são as demandas e melhorias necessárias. 

Com isso, é possível definir estratégias adequadas para o seu negócio e, assim, garantir eficácia no dia a dia da empresa. Além disso, quando se fala em provedor cloud, é importante contar com uma empresa séria e responsável para fornecer o serviço em nuvem:

  • prestar o suporte adequado quando for necessário;
  • tirar dúvidas caso ocorra;
  • personalizar a adoção da computação e armazenamento em nuvem de acordo com as demandas do negócio;
  • evitar falhas no processo;
  • garantir a segurança necessária para proteger as suas informações no dia a dia;
  • permitir que ambos os serviços estejam sempre disponíveis quando precisar.

Para ter todos os benefícios que listamos neste artigo, é fundamental encontrar um fornecedor que tenha boa reputação no mercado, expertise no tema e, principalmente, que esteja engajado em oferecer o melhor para o seu negócio. 

Para isso, conheça a Optidata. Podemos criar um projeto personalizado, entendendo as demandas da sua empresa e, assim, promover a melhor infraestrutura de cloud e armazenamento para potencializar os  resultados da sua empresa.

Entre em contato e saiba o que podemos fazer pelo seu negócio!

Acesse mais conteúdos em nossas redes sociais.

Somos especialistas em soluções cloud premium!

Converse conosco e não fique pra traz!

Onde estamos localizados

localização optidata

Chapecó (SC) - Brasil

Av. Getúlio Dorneles Vargas,
4135N - Bairro Líder
+55 49 3199-4242

Florianópolis (SC) - Brasil

SC - 401, Km 04, s/n
Saco Grande
+55 49 3199-4242

São Paulo (SP) - Brasil

Alameda Grajau - 219
Alphaville Centro Barueri

Datacenter Curitiba Brasil

Rua Iapó 1408 - Prado Velho
Curitiba (PR)

Datacenter São Paulo Brasil

Av. Marcos penteado de
Ulhôa Rodrigues, 249

Inscreva-se
na nossa
CloudNews

Fique por dentro das principais
tendências e soluções Cloud