English EN Portuguese PT

NVMe: como essa tecnologia auxilia os clientes cloud?

nvme

Servidores com interfaces de armazenamento cada vez mais rápidas podem significar maior vantagem competitiva para as empresas. Embora o SSD já seja uma tecnologia de armazenamento consolidada e útil às necessidades do negócio, existe uma outra solução que visa aprimorá-la: o NVMe.

Também conhecido por Non-Volatile Memory express, o NVMe foi criado por um grupo composto de 80 empresas. A ideia de gigantes do mercado como Intel e Microsoft era melhorar a performance dos servidores SSD, visto que ele, apesar de mais rápido que o SATA, ainda possuía limitações. Para se aprofundar no tema e entender o papel do NVMe na melhora da performance de data centers, continue a leitura até o final! 

Em que aspectos o NVMe se diferencia do SATA e do SSD? 

Para promover alta performance, o NVMe possibilita a conexão entre o servidor e o SSD através do barramento PCI Express. A Intel, criadora deste barramento, viu que o volume de dados crescia em um ritmo maior do que a capacidade dos conectores nas placas-mães dos computadores.  Tanto em computadores pessoais como corporativos, deseja-se que a comunicação entre processador e disco rígido seja a melhor e mais rápida possível. Portanto, o NVMe é ideal não somente para empresas como também para computadores pessoais, que precisam de velocidade para processar os dados. 

Um dos principais aspectos que diferencia o NVMe do HD e do SATA é a velocidade de leitura e escrita. Conexões SATA, embora antigas, ainda conseguem performar bem em computadores que não demandam tanto processamento, e sua velocidade é de 550 Mb/s, aproximadamente.  O SSD permite uma leitura e escrita de dados com velocidade superior ao do SATA, inclusive com uma latência menor. Por possuir uma conexão PCIe x8, a velocidade de leitura do NVMe é ainda maior do que no SSD. A consistência também é um fator a ser mencionado no NVMe, visto que eles proporcionam estabilidade e previsibilidade ao armazenamento de dados nos servidores.

Quais os benefícios do NVMe para data centers? 

Profissionais que desejam fazer, por exemplo, a edição de arquivos, podem conseguir esse feito até dez vezes mais rápido, na comparação com o SSD. Para uma empresa, isso significa colaboradores com mais tempo livre no exercício de outras atividades, especialmente aquelas menos operacionais e com maior caráter estratégico. 

Algumas empresas precisam de alta performance e baixa latência em termos de leitura e escrita no armazenamento. Além disso, os usuários internos e clientes sempre esperam alta performance e velocidade na hora de usar suas estações de trabalho. Na prática, uma das formas de fazer isso é a acessibilidade de dados de um software cada vez mais próximo do processador. 

Nesse sentido, o barramento PCIe foi evoluindo, proporcionando, assim, maior velocidade e menor latência. Tanto o software quanto o hardware dos data centers precisam se assemelhar em velocidade, e o PCIe é atualmente a tecnologia mais rápida para entrada e saída de dados. No entanto, as limitações se dão do lado do software, em virtude de protocolos e interfaces projetadas há muito tempo, quando a demanda de processamento era menor.

Em outras palavras, antes do NVMe, havia essa disparidade entre o barramento, protocolo e interface, impedindo, assim, a liberação de todo o potencial de velocidade na leitura e gravação de dados. 

Produtividade e ganho de tempo

Quando o servidor usa o SATA, é possível usar apenas uma fila de 32 comandos. O NVMe permite tanto mais filas quanto comandos (64 K de filas com capacidade de 64 K comandos em cada). A implicação disso para usuários é o aumento na produtividade, visto que uma atividade pode agora ser concluída em menos tempo. 

Escalabilidade

Um servidor com baixo desempenho e escalabilidade tende a dificultar bastante a expansão das operações do negócio. Em vários cenários onde a infraestrutura de TI é local, os custos envolvidos e a limitação dos servidores torna necessária a migração de todo ou parte do parque tecnológico para a nuvem.

Quando a empresa adota a computação em nuvem, torna-se, tecnicamente, mais fácil escalar seus recursos de armazenamento. Companhias pequenas e médias podem se tornar maiores no futuro, o que exige hardware mais rápido, a ponto de suportar o aumento da carga de trabalho. Como é o caso do NVMe que suporta mais cargas de trabalho em um mesmo dispositivo. 

Diferenciais da nossa Cloud

Nossos especialistas entendem qual é a melhor tecnologia para promover soluções premium para as empresas, e quando se fala em soluções de armazenamento, uma tecnologia que vem tendo destaque é NVMe, como foi possível ver no decorrer do texto. Aqui na Optidata, utilizamos o Nvme IBM, trazendo um diferencial de mercado. Além disso, o parque tecnológico pode incorrer em custos proibitivos para as empresas.

Servidores internos não só demandam espaço, mas também manutenção, boa refrigeração, cuidados com a parte elétrica e uma equipe de suporte. A segurança e a escalabilidade são outros pontos críticos de manter servidores internos, o que aumenta a necessidade de contar com serviços como os da Optidata. 

Nossos data centers são dotados do que há de mais novo e melhor em termos de leitura e gravação de dados. Logo, temos o potencial ideal para trazer maior produtividade ao seu time e agilidade aos processos da sua empresa. A consequência disto é maior disponibilidade dos sistemas, clientes mais satisfeitos e maior vantagem competitiva. 

Otimização de infraestrutura

O foco da nossa empresa está na otimização da sua infraestrutura de TI. Migrando ela totalmente ou parcialmente para a nuvem, não só os custos que citamos há pouco podem ser eliminados, mas também a segurança de dados é reforçada.  Nossa intenção é entender o que o seu negócio precisa e, com base nisso, propor a melhor solução. Para evitar quedas de servidor, por exemplo, trabalhamos com proteção anti-DDOS, e temos também mecanismos de redundância total de energia elétrica e ar-condicionado. 

Quando adotado, o NVMe promove diversos ganhos a servidores e estações de trabalho. Como vimos ao longo do texto, o alto potencial do barramento PCIe era barrado por limitações de software, em relação a protocolos e interfaces antigas de entrada e saída de dados. Sendo mais rápido do que SSD e SATA, o NVMe aumenta o desempenho dos dispositivos, aumentando a produtividade dos colaboradores e a satisfação dos clientes da empresa. 

Ficou interessado em saber mais sobre as soluções Optidata? Então entre em contato conosco agora mesmo!

Somos especialistas em soluções cloud premium!

Converse conosco e não fique pra traz!

Onde estamos localizados

localização optidata

Chapecó (SC) - Brasil

Av. Getúlio Dorneles Vargas,
4135N - Bairro Líder
+55 49 3199-4242

Florianópolis (SC) - Brasil

SC - 401, Km 04, s/n
Saco Grande
+55 49 3199-4242

São Paulo (SP) - Brasil

Alameda Grajau - 219
Alphaville Centro Barueri

Datacenter Curitiba Brasil

Rua Iapó 1408 - Prado Velho
Curitiba (PR)

Datacenter São Paulo Brasil

Av. Marcos penteado de
Ulhôa Rodrigues, 249

Inscreva-se
na nossa
CloudNews

Fique por dentro das principais
tendências e soluções Cloud