English EN Portuguese PT

Os impactos da aceleração digital

Desde que a humanidade existe a história é marcada por fases, ou como também é conhecido revoluções, elas tiveram um papel fundamental para humanidade, e pode-se dizer que tudo o que vivemos hoje foi reflexo do passado. Até mesmo, a aceleração digital, que é o assunto que abordaremos aqui.

Mas, antes de chegar no tópico de aceleração digital, vamos voltar à história e entender quais foram as etapas que fizeram este evento ocorrer.

O que conhecemos como era digital foi propiciado a partir da terceira revolução industrial, onde se iniciou o descobrimento/conhecimento, sobre internet, computador e robótica. “Com a criação de novas máquinas e equipamentos, introdução de robôs nas fábricas e lançamento de novos produtos, o avanço da tecnologia atingiu um ritmo acelerado.” (Neipatel)

Alguns autores apontam que estamos vivendo a quarta revolução industrial, outros falam que estamos passando pela era digital, existindo várias expressões diferentes, mas o fato é que está acontecendo uma aceleração em vários sentidos e Schawab aponta que “a quarta revolução industrial não é definida por um conjunto de tecnologias emergentes em si mesmas, mas a transição em direção a novos sistemas que foram construídos sobre a infraestrutura da revolução digital (anterior)”. (Schwab, diretor executivo do Fórum Econômico Mundial em entrevista para BBC Brasil).

A quarta revolução tem o potencial de elevar os níveis globais de rendimento e melhorar a qualidade de vida de populações inteiras, diz Schwab. São as mesmas populações que se beneficiaram com a chegada do mundo digital – e a possibilidade de fazer pagamentos, escutar e pedir um táxi a partir de um celular. (BBC Brasil)

A era digital pode já ter sido coisa do futuro, entretanto, ela está conosco há mais de 20 anos, ela é o nosso passado, presente e futuro. Se você olhar para o lado vai ver as multitelas que temos e a conexão com o mundo digital. Podemos acessar as informações de qualquer lugar do mundo, e para muitas pessoas não faz sentido nenhum viver mais sem o que conhecemos como a era digital.

Muitas marcas que são referências atualmente, nasceram na era digital, como Nubank, Uber, Netflix, Airbnb e elas vem trazendo um conceito disruptivo do que achávamos que era normal e bom. O novo mundo permite inovações que facilitam ainda mais a vida das pessoas. Essas marcas conseguiram “tirar proveito da era digital para alavancar seus modelos de negócio.” (Neipatel)

E isso, se aplica a todas as empresas também, e aí que entra o ponto de aceleração digital, o fato é que nos últimos 30 anos houve uma grande evolução em tecnologias de diferentes áreas e em um cenário epidêmico a aceleração foi ainda mais veloz.

Muitas marcas antes da pandemia não se importavam com a inovação e em estar por dentro das novas tecnologias, entretanto, em um cenário de epidemia, onde hábitos são alterados em um curto período de tempo, a mudança por parte das empresas foi forçada a acontecer a partir de um estalo de dedos.

Quem prestou atenção nas novas tecnologias e o que elas poderiam fazer a seu favor, já estavam previamente preparados, outros foram forçados a avançar por conta da maré e isso é de fato uma aceleração imposta.

A IDC buscou entender o pulso da pandemia no Brasil e identificou que mais de 56% dos negócios endereçaram temas que não estavam na pauta, como trabalho remoto e canais digitais. “Cerca de 26% [dos respondentes da pesquisa] apontaram que a pandemia acelerou temas que estavam na pauta prioritária”, acredita-se que essa é uma mudança perene e não de contingência. Cloud, ferramentas de colaboração, comunicação, segurança e serviços estiveram em alta. (It forum)

Algumas mudanças que ocorreram na pandemia, podemos ver que vieram para ficar, como por exemplo: uso de redes sociais para propagação de marcas, trabalhos híbridos, deliverys, lives, armazenamento em nuvem, servidores terceirizados, entre outros…

Mas, para tudo isso ocorrer bem, as pessoas e empresas precisam estar amparadas por tecnologias e profissionais que lhe ajudem a propiciar tecnologias que não falhem. No caso do trabalho híbrido a empresa precisa garantir que o colaborador tenha todas as informações necessárias para fluir bem o trabalho.

Nós aqui da Optidata vimos uma aceleração em nossos serviços, somos uma empresa de tecnologia e já vínhamos implementando vários pontos do que foi acelerado pela pandemia. Muitos negócios não estavam preparados para esse avanço tão repentino, como por exemplo ter um servidor na nuvem a ponto que não desse problema para os colaboradores trabalharem home office.

Precisamos estar preparados para as mudanças, afinal, elas sempre ocorreram e vão continuar ocorrendo. O futuro das empresas precisa ser pensado, você enquanto colaborador ou empreendedor, o que pode fazer para melhorar seu ambiente de trabalho/negócio se existir outra aceleração digital ou qualquer outro motivo imprevisível?

Ficaremos felizes em conversar com você por aqui, ou em nossas redes sociais.

Somos especialistas em soluções cloud premium!

Converse conosco e não fique pra traz!

Onde estamos localizados

localização optidata

Chapecó (SC) - Brasil

Av. Getúlio Dorneles Vargas,
4135N - Bairro Líder
+55 49 3199-4242

Florianópolis (SC) - Brasil

SC - 401, Km 04, s/n
Saco Grande
+55 49 3199-4242

São Paulo (SP) - Brasil

Alameda Grajau - 219
Alphaville Centro Barueri

Datacenter Curitiba Brasil

Rua Iapó 1408 - Prado Velho
Curitiba (PR)

Datacenter São Paulo Brasil

Av. Marcos penteado de
Ulhôa Rodrigues, 249

Inscreva-se
na nossa
CloudNews

Fique por dentro das principais
tendências e soluções Cloud